Sobre o Inumeráveis

João Batista Filho

1947 - 2020

Um homem digno e exuberante em suas infinitas habilidades.

Depois de aposentado, o ex-policial militar JB, como o chamavam, deu vazão às inúmeras habilidades que desenvolveu ao longo da vida. A lista é enorme: “marceneiro, carpinteiro, eletrotécnico, mecânico, barbeiro, pedreiro, desenhista, pintor automotivo, eletricista, motorista, rádio-operador e, com seu talento divino, sempre estava disposto a aprender novas profissões” – enumera sua filha Andréa.

Nas “horas livres”, como se houvesse alguma, JB zelava obsessiva e meticulosamente de seu carro, montando e desmontando partes do automóvel, procurando defeitos que não encontrava.

Corintiano “de coração”, esse cearense de Aracati não perdia um jogo do seu time. Gostava de veranear nas praias nordestinas, onde certamente se refestelava com camarão e caranguejo – itens prediletos de sua mesa. Amava comprar ferramentas, para o que sempre contava com a cumplicidade do genro Manoel.

Em seu único matrimônio, casou-se em 1971 com Margarida e com ela teve cinco filhos, que lhes deram nove netos. E estes, uma bisneta.

Era “temente a Deus, amava animais e zelava pelo caráter de sua família”, que reunia em ceias natalinas nas quais “sempre era tratado com muita honra”. Segundo Andréa, suas últimas palavras foram: “Minha filha, estou esperando em Deus, estou nas mãos d’Ele”.

João nasceu em Aracati (CE) e faleceu em Fortaleza (CE), aos 72 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de João, Andréa Passos Azevedo. Este tributo foi apurado por Lila Gmeiner, editado por Joaci Pereira Furtado, revisado por Ana Macarini e moderado por Rayane Urani em 10 de janeiro de 2021.