Sobre o Inumeráveis

Celsa Maria dos Santos Ribeiro

1947 - 2020

Não teve filhos, mas com seu jeito de matriarca era quem organizava as grandes reuniões familiares.

As linhas abaixo foram escritas por Silvia Maria para sua irmã, Celsa Maria:

Minha irmã era professora de Português e Inglês, e também advogada.

Não teve filhos. Teve irmãos, como eu, que para ela eram filhos.

Morei muitos anos de minha vida com ela. Muito correta com o falar e escrever bem, aprendi com ela tudo que sei sobre a Língua Portuguesa e o Inglês, pois foi minha única professora dessas línguas.

Chegava do Colégio Teodoro Sampaio da cidade de Santo Amaro da Purificação, de Terra Nova e do Luis Viana com pilhas de provas, que eu ajudava a corrigir.

Era ela que sempre organizava as grandes reuniões familiares: os natais, as páscoas, as festas juninas...

-

As linhas abaixo foram escritas por Franco Adailton para sua tia, Celsa Maria:

Tia Celsa para mim, professora Celsa para muitos, e Dra. Celsa para outros. Sempre me passou a imagem de uma mulher forte. Aliás, como todas as mulheres da nossa família, a começar por minha vó, que em 2020 completou 94 anos.

Era a mais velha dos meus tios, uma pessoa de personalidade forte, com jeito de matriarca, embora não tivesse filhos. Gostava de controlar as coisas na rédea curta, se achasse espaço.

Mas era uma pessoa que virava uma leoa se alguém mexesse com a família dela, por mais que tivesse suas diferenças com algum membro. Não importava. Estava sempre presente, tanto nas horas alegres quanto nos momentos tristes.

Foi professora de muita gente. Era também advogada.

-

As linhas abaixo foram escritas por Eliana Maria, irmã de Celsa Maria:

Celsa era minha irmã mais velha, a primeira de nove irmãos.

Professora aposentada e advogada atuante. Grande referência. Com uma personalidade muito forte, alegre e centralizadora, também tinha um coração do tamanho do mundo, sempre pronta para ajudar, socorrer, acolher... não só os familiares, mas todas as pessoas que precisassem dela.

Deixou um vazio muito grande no meu coração e de toda a família e amigos.

Espero que ela esteja nos braços da paz! Saudade eterna.

Celsa nasceu em Santo Amaro da Purificação (BA) e faleceu em Salvador (BA), aos 72 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pelos familiares de Celsa, Silvia Maria, Franco Adailton e Eliana Maria. Este tributo foi apurado por Beatriz Maia, editado por Mateus Teixeira, revisado por Paola Mariz e moderado por Rayane Urani em 22 de dezembro de 2020.