Sobre o Inumeráveis

Cliciane Fochesatto

1981 - 2020

A maior beleza é a que vêm de dentro.

Sua maior beleza não era seu corpo, muito menos seus cabelos loiros.

Lutou para se formar médica na Bolívia. Tinha uma imensa capacidade de se adaptar às novidades, enfrentando um país com costumes e idioma diferente além das diversidades para se sustentar, pelo amor a medicina.

Encarou os preconceitos de ser loira e bonita com a sua maior virtude: a beleza interior. Amava ajudar aos próximos e aos seus pacientes, os quais chamava carinhosamente, a cada um, de "minha vidinha".

"Estudávamos juntas na faculdade de medicina e eu não a conhecia. Perdi meu primo em um acidente e abandonei o curso ficando em depressão. Um belo dia em minha casa chega uma loira platinada, me dando um abraço e falando “vim te ajudar vidinha”, me deu uma sopa na boca, chamou quatro pessoas, que nunca tinha visto, e fez um churrasco, no mesmo dia, fazendo minha casa se encher de luz!", conta Taynah Leite, sua amiga, desde a faculdade. E ainda relata : "Quando ganhava presentes das pessoas do hospital, vinha toda boba contar no meu Whatsapp".

Tinha o poder de conquistar todas as pessoas ao seu redor.

Cliciane nasceu Rondônia e faleceu Fonte Boa (AM), aos 39 anos, vítima do novo coronavírus.

Jornalista desta história Cassio de Campos, a partir de matéria publicada em Histórias do Formulário e facebook em 23 de maio de 2020.