Sobre o Inumeráveis

Cosma Rosa da Costa Alves

1936 - 2020

Dona Cosminha não era apenas dona de casa. Era dona do coração da família e dos amigos.

Através do sorriso fácil, transmitia alegria por todos os lados. Aliás, era também dona da risada mais gostosa de se ouvir.

No Natal, participava todo ano do “amigo cheiroso”. Um amigo secreto onde os presentes eram relacionados a produtos de perfumaria. Adorava ganhar sabonetes! Inclusive, depois da sua partida, muitos deles foram achados pela sua filha, ainda sem uso. Guardados.

Ela guardava também a fé em seu coração, estava sempre rezando em seu tempo livre. Guardava no coração também, o amor do seu esposo, Seu José, ou “Josebinha”, como ela chamava carinhosamente e que partiu 10 dias antes dela, também por conta do coronavírus.

Leva guardado com ela o amor de seus dois filhos, Júnior e Marcia e de sua nora Ana Gizele, que sempre tratou como filha.

Cosma nasceu em Fortaleza (CE) e faleceu em Fortaleza (CE), aos 83 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pelo familiar de Cosma, formulário. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Gustavo Kosha, revisado por Rosana Forner e moderado por Rayane Urani em 31 de maio de 2020.