Sobre o Inumeráveis

Günter Bif Stechert

1979 - 2020

Amava a vida, e não por acaso ela o amou de volta; era fã do Criciúma e o melhor churrasqueiro da turma de amigos.

Iluminado, tinha um sorriso radiante, que atravessava a alma de quem tivesse a sorte de cruzar com ele nos caminhos da vida. Era alegre e divertido, tinha um humor ácido e inteligente que era só seu, e fazia piadas e comentários como apenas ele sabia fazer.

Era formado em Administração e Ciências Contábeis. Determinado e inteligente, foi o primeiro da turma nas duas graduações. Era pós- graduado em Gestão Pública. Durante quinze anos foi agente de viagens; destes, por doze anos foi proprietário de uma agência e fez a alegria de muitas pessoas por meio do trabalho que tanto amava.

Em 2015, passou a atuar como servidor público municipal concursado, no cargo de analista administrativo. Ele foi secretário municipal de saúde e diretor de desenvolvimento humano em Cuiabá. Bondoso e prestativo, tinha muita vontade de ajudar as pessoas por meio do seu trabalho. E alcançou mais esse objetivo. Conseguiu fazer a diferença na vida de muita gente que recorreu a ele buscando auxílio.

Era apaixonado pela família. Dividiu a vida durante treze anos com Fernanda, sendo quatro anos de namoro e nove de casados. Construíram uma relação de afeto e muito amor, venceram os obstáculos com muito companheirismo e respeito um pelo outro. Juntos, tiveram um filho que em muito se parece com o pai, principalmente no espírito livre e na alegria contagiante.

Fazia qualquer coisa para garantir a segurança e a felicidade da família que amava. Günter foi pai presente, sempre acompanhando todas as fases do filho com muito orgulho e afeto, educando de forma amorosa e carinhosa.

Dividiram muitos momentos difíceis, mas valorizaram cada minuto de felicidade; quando, por exemplo, os dois sentavam na beira da piscina para olhar o entardecer e tomar "tereré", enquanto o filho aproveitava a água. Ali, naquele pedacinho de mundo, cabia todo amor e afeto existentes no planeta.

Brilhante, era ótimo com os números e tinha uma memória invejável. Lembrava de tudo, nos mínimos detalhes. Amava dirigir e era um ótimo motorista. Sua paixão era fazer viagens ao lado das melhores companhias: a esposa e o filho.

Cativou muitos amigos ao longo da vida, porque sua simpatia e bondade eram únicas, e Günter tinha um jeito encantador e um sorriso cintilante que era ímpar. Era um ótimo churrasqueiro e, fã de futebol, trazia no coração o amor pelo Criciúma e ficou muito feliz quando plantou no coração do filho o mesmo sentimento. Detestava mentiras e tinha muito medo de injeção!

Günter foi marcante em tudo que fez e deixou um lindo legado construído sobre bases sólidas de amor. Foi exemplo de respeito, trabalho, honestidade, amizade e muita alegria.

Ficam as lembranças mais bonitas vividas ao lado dele. Os momentos na piscina não são mais tão agradáveis e ninguém faz churrasco como ele. Mas a saudade é a memória do ser humano incrível que Günter foi, e ele viverá para sempre no coração de todos. Estará eternamente presente no amor que construiu com a esposa e na sementinha de amor que plantou aqui em forma de filho.

Günter nasceu em Turvo (SC) e faleceu em Cuiabá (MT), aos 41 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela esposa de Günter, Fernanda Heldt Ventura. Este tributo foi apurado por Andressa Vieira, editado por Bárbara Aparecida Alves Queiroz, revisado por Ana Macarini e moderado por Larissa Reis em 30 de março de 2021.