Sobre o Inumeráveis

Helena Nunes Castilho

1929 - 2020

Mulher de pulso que lutava pela união da família.

Ao todo foram três filhos, sete netos e dez bisnetos que a guerreira dona Helena teve e que sempre procurou unir.

Forte e geniosa, era também preocupada e carinhosa com os seus e, apesar do Alzheimer, nunca se esqueceu dos filhos e netos. "É a prova de que coração tem boa memória", constata a neta Denise, que conta ainda que a avó seguiu em frente mesmo após perder um dos filhos e ficar viúva. "Ela sempre teve seus irmãos, filhos, netos, bisnetos, sobrinhos, genros, noras e amigos que sempre a amaram e lhe deram força para continuar".

Denise lembra que os avós sempre levavam todos os netos para passar as férias na praia. "Ela me proporcionou uma infância maravilhosa. Foram momentos tão felizes! Foi minha avó quem me acolheu, ensinou, deu amor e esteve sempre presente. E ainda fazia aquele macarrão à milanesa que a família inteira amava."

"Minha tia cuidou muito bem dela, proporcionando qualidade de vida e dias felizes. Infelizmente, não pudemos nos despedir. Ela merecia uma despedida digna, mas essa doença nos tirou isso", lamenta a neta.

"Vó Lena, nunca poderei agradecer e honrar você com todo merecimento. Não há no mundo, palavra, gesto ou homenagem que descreva com louvor todo seu valor", finaliza Denise.

Helena nasceu em São Paulo (SP) e faleceu em São Paulo (SP), aos 90 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela neta de Helena, Denise Castilho de Aguiar. Este tributo foi apurado por Hélida Matta, editado por Marilza Ribeiro, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 31 de julho de 2020.