Sobre o Inumeráveis

Hely Gomes da Costa

1934 - 2020

Ganhou o título do homem mais cheiroso de Fortaleza.

Capitão Hely - militar dedicado, pavimentou a rodovia Transamazônica.

Divertido e animado, adorava jogar voleibol com seus amigos e não dispensava sua cerveja gelada.

Pai, esposo e avô maravilhoso, "ainda posso sentir o cheiro gostoso do Baba", diz Patrícia.

Parceiro e amigo, "meu Baba (pai, em árabe) ligava para mim assobiando, imitando os passarinhos, essa era sua maneira de dizer que me amava", diz Yasmim; que sabe que quando sentir saudades de falar com ele, bastará ouvir o canto do Sabiá...

-

Esta é uma carta aberta de Yasmin para o seu avô, Hely:

Capitão Hely foi um pai, esposo e avó fantástico, além de superdivertido. Mas para mim ele era simplesmente meu Baba, parceiro e amigo.

Sua partida deixou meu coração em pedaços, pois eu não sabia que heróis morriam.

Jamais vou esquecer que ele ligava para mim e assobiava, imitando os passarinhos. Essa era sua maneira de me dizer: "Te amo".

Meu passarinho voou para longe, mas sei que um dia vamos nos encontrar novamente.

Quando eu sentir saudade de falar com ele, me bastará ouvir o canto do sabiá.

Te amo!

Hely nasceu em Teresina (PI) e faleceu em Fortaleza (CE), aos 88 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha e pela neta de Hely, Patrícia Duarte e Yasmin Duarte. Este tributo foi apurado por Pedro Lima, editado por Alessandra Capella Dias e Mariana Quartucci, revisado por Monelise Vilela e Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 13 de junho de 2020.