Sobre o Inumeráveis

Idê Figueira Ferraz Rocha

1937 - 2020

Idê foi uma pessoa generosa, não negou ajuda a ninguém que ela percebesse estar com dificuldade.

Guardou muitas lembranças da infância simples que teve no interior. Sempre falava do quanto foi feliz na casinha que compartilhou com os pais e os cinco irmãos.

Casou-se aos 16 anos e logo trocou a boneca pela primeira filha, a Ana Lúcia. Assim descobriu sua grande vocação: ser mãe! Não demorou muito para que outros seis filhos viessem: Luis Carlos, Vera Lúcia, Luiz Antonio, Regina Lúcia, Luis Cláudio e o caçula, Luiz Fabiano. Por todos eles ela teve um amor imensurável e incondicional.

Às meninas, quis dar o segundo nome de Lúcia e aos meninos, o primeiro de Luis. Toda essa criatividade era motivo certo de brincadeiras entre a família.

Foi casada por 50 anos. Depois que se viu viúva, buscou forças até então adormecidas e fez aflorar sua independência e inteligência. Não precisava dos filhos para nada, pelo contrário, eles é que precisam dela. E muito! E não teve um dia em que ela não estivesse pronta para ajudá-los no que fosse preciso.

Dos seus muito bem vividos 82 anos, sua herança de dignidade, companheirismo, força (era uma rocha, em todos os sentidos), amabilidade e dedicação ficarão para os sete filhos, quatorze netos, treze bisnetos, um (quase) tataraneto, genros, noras, irmãos, sobrinhos e amigos.

No dia 25/04/2020, quis Deus que ela deixasse a Terra e alçasse voos mais altos. Passou a cuidar de sua família de um outro plano, onde ela poderá vislumbrar com mais clareza as suas necessidades e ajudá-los, mesmo que seja com um sopro no ouvido de cada um, com aquele conselho certo e preciso.

"A saudade já é imensa, mas o legado de força, fé e coragem nos fortalece e nos inspira a seguir em frente. O amor é o que nos impulsiona e a confiança na vida permanece. Nos enche de esperança um reencontro muito feliz, quando definitivamente estaremos novamente juntos, compartilhando a felicidade dos laços eternos! Nós te amamos, mamãe! Que Jesus e Maria Santíssima abençoem-na.", deseja a filha Regina Lúcia.

Idê nasceu Santo Antônio de Pádua (RJ) e faleceu Rio de Janeiro, aos 82 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Rayane Urani, a partir do testemunho enviado por filha Regina Lúcia Rocha Lisboa, em 20 de maio de 2020.