Sobre o Inumeráveis

Iracema Tuan Sterzza

1932 - 2020

Matriarca excepcional, de uma índole e de um caráter incontestável.

"Minha avó era o Paraíso na Terra", declara Vitoria.

Quem a visse, iria vê-la sempre sorrindo. Ah, que sorriso estonteante, risada contagiante e humor alucinante! Era um poço de doçura, alegria e charme. Cheia de vida, Iracema, que há anos não tinha os cabelos tão negros quanto as asas da graúna, era o alicerce da família.

A grande família italiana era regida por seus ensinamentos e alegria de viver. E o grande motivo de Iracema, ou “Cema” (para os mais íntimos), ser tão especial deve-se ao fato dela ter sido uma mulher à frente de sua geração. Determinada a fazer das tripas coração para que seus filhos tivessem formação e se tornassem pessoas de bem.

Lutou bravamente contra os obstáculos impostos em sua vida. Lidando e tirando o melhor de todos os resquícios que sobraram nela, de suas batalhas.

Iracema lutou. Lutou como uma leoa.

"Hoje, nós que aqui ficamos agradecemos pela imensa oportunidade de termos tido você como mãe, tia, avó e confidente, nessa breve jornada em nossas vidas", conclui a neta.

Iracema nasceu em São Paulo e faleceu em São Paulo, aos 88 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Priscilla Fernandes, a partir do testemunho enviado por neta Vitoria Sterzza Dias, em 6 de maio de 2020.