Sobre o Inumeráveis

Ismana Altina Teixeira de Azevedo

1973 - 2020

Adorava visitas e preparava a comida típica mineira preferida de cada um. É como demonstrava seu amor.

"Alegre, espontânea e dona de um coração enorme." Assim a irmã Lindalva descreve Ismana. Destaca, também, sua generosidade: "Era tamanha que não a deixava guardar rancor de ninguém".

Ismana era a segunda de nove filhos. Gostava muito de receber e de fazer visitas e tinha a família como seu principal porto seguro. "Ela sempre procurava agradar a cada um, fazendo comidas deliciosas que cada um gostava, especialmente pratos típicos mineiros", conta a irmã.

Além de alimentar muito bem os seus, ela também gostava de ajudar pessoas próximas e mais necessitadas. "Sempre dava um jeitinho de recolher roupas que não seriam mais utilizadas e as doava para quem realmente precisava."

E amava as plantas. Em seu quintal, havia muitas, das mais variadas espécies. Elas estão presentes em uma de suas últimas fotografias.

Partiu subitamente e deixa um vazio em quem a amava, mas a sua bondade e força permanecerão vivas eternamente.

Ismana nasceu em Tarumirim (MG) e faleceu em Belo Horizonte (MG), aos 46 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela irmã de Ismana, Lindalva Ana Teixeira. Este tributo foi apurado por Carla Cruz, editado por Mariana Lopes , revisado por Gabriela Carneiro e moderado por Rayane Urani em 28 de julho de 2020.