Sobre o Inumeráveis

Jaiel Gieze Reversi

1990 - 2020

Era a metade que completava sua irmã.

Jaiel era um grande parceiro de sua irmã Marina. Com a diferença de idade de apenas dois anos, compartilharam praticamente a vida inteira juntos. Brigavam como quaisquer irmãos, mas eram muito unidos e apegados um ao outro. Se mexiam com um, mexiam com os dois.

Era um “titio babão”, que amava a sobrinha Manu como se fosse filha. Seu maior prazer era cuidar dela, fazia questão de que as pessoas soubessem quando eles estavam juntos. Seu amor e carinho pela sobrinha era lindo.

Jaiel nunca se esquecia de datas especiais, nada passava em branco. Fazia questão de mandar mensagens e fazer homenagens em aniversários, Natal, Dia das Mães e outras datas comemorativas.

Adorava cantar, tocar violão e bateria. Muito ligado à igreja, usava de seu dom para abrilhantar os cultos, o que era muito prazeroso e gratificante para ele. Seu maior desejo era que sua irmã o acompanhasse.

A senha do seu e-mail continha o nome de sua irmã, um detalhe que ela só descobriu após a partida dele, pois ficou anotado em um caderno.

Junto de Jaiel, sua mãe Marlene Moreira dos Santos Reversi e sua avó Diva Marques Moreira dos Santos também perderam a vida pela Covid-19 e suas histórias constam neste memorial.

Jaiel nasceu em Guapiaçu (SP) e faleceu em Guapiaçu (SP), aos 29 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela irmã de Jaiel, Marina dos Santos Reversi. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Renata Alice Nunes de Oliveira, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 26 de outubro de 2020.