Sobre o Inumeráveis

José Carlos Gorkes Juliari

1957 - 2020

Pai trabalhador e amoroso, um poço de paciência, pescador, honesto e prestativo, sempre disposto a ajudar.

José Carlos ou Xapotó foi um marido amoroso, companheiro e fiel à esposa até mesmo depois de sua morte.

Desempenhou o papel de pai como um exemplo de honestidade para os dois filhos e para as três enteadas, todos criados sem distinção.

Seu amor não era limitado aos filhos. Avô dedicado, foi capaz de passar o feriado da Semana Santa no hospital, esperando pelo nascimento da neta Alice. E, como se isso não bastasse, não abriu mão da tarefa de trazê-la para casa no seu Corcel II quando mãe e filha receberam alta.

A partir daí, criou o costume diário de ir vê-las todos os dias, impreterivelmente às nove da manhã, e só deixou de fazê-lo quando adoeceu.

Seu lema de vida era sempre fazer sua parte, mesmo quando o outro não fazia. Paciente, prestativo e com um coração enorme, dedicava-se a ajudar qualquer pessoa que dele precisasse.

Católico praticante, participava de todas as missas da paróquia à qual pertencia e, profissionalmente, trabalhou a vida toda como pedreiro.

Era um pescador apaixonado pela pesca e alimentou durante toda a vida o sonho de um dia ir pescar no Mato Grosso.

Partiu numa data emblemática para família: 25 de abril, dia do seu aniversário, dia do aniversário do filho mais novo e também o dia da morte da esposa, ocorrida sete anos antes da sua.

José Carlos, o melhor amigo, pai, companheiro, orgulho e exemplo de vida, será amado eternamente!

José nasceu em Aguaí (SP) e faleceu em São João da Boa Vista (SP), aos 63 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de José, Gisele Aparecida Alves Juliari. Este tributo foi apurado por Lila Gmeiner, editado por Vera Dias, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 26 de janeiro de 2021.