Sobre o Inumeráveis

José Raimundo de Jesus dos Santos

1966 - 2020

Um homem forte de coração mole.

Zé Raimundo tinha um temperamento difícil. Verdadeiro em tudo que falava e pensava. Gostava de ajudar, de cuidar. Lembro-me de ele ter ficado o tempo todo comigo no Hospital, quando sofri um acidente grave, lutando para que eu pudesse estar aqui. Realmente era um homem forte!

Porém, Zé possuía um ponto fraco: sua netinha, pela qual era perdidamente apaixonado. Adorava assistir aos programas de animais com ela.

Amava a sua profissão e nós também, afinal, suas pizzas enchiam de sabores os lares dos moradores de nossa cidade!

José era uma pessoa caridosa e que sempre fazia piada de qualquer situação da vida. Gostava muito de jaca e de conversar com as pessoas. Até o seu último segundo estava sorrindo. Nada o abalava. Perdeu uma perna, se reergueu e voltou a caminhar com muito esforço. Nunca parou de trabalhar e de fazer o que mais gostava.

José nasceu em Tomar do Geru (SE) e faleceu em Umbaúba (SE), aos 53 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela filha de José, Taynara de Jesus dos Santos. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Cassio de Campos, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 26 de maio de 2020.