Sobre o Inumeráveis

José Ribeiro dos Santos

1957 - 2020

De engraxate a comerciante, buscava a perfeição em tudo que fazia.

Quem conhece a Ceagesp, em São Paulo, pode bem imaginar o ambiente cheio de cor e animação onde trabalhava “Zé do Avental”. Pois foi vendendo roupas de box em box por quase quarenta anos que ele se firmou na vida.

Veio da Bahia para São Paulo aos 6 anos. Foi uma infância dura sobre o chão de terra do Jardim Panorama, local em que a família recém-imigrada montou um barraco no meio do mato.

Conseguiu frequentar a escola até a quinta série. Ainda era uma criança de apenas 11 anos e já saía para ganhar a vida, levando sua caixinha de engraxate e disposto a caprichar nos sapatos dos senhores paulistanos. Conforme foi crescendo, o bairro também foi ganhando ruas e se urbanizando ao redor do barraco inicial onde vivia a avó, que se manteve firme, enquanto os netos iam construindo suas casas de alvenaria ao redor. Mantendo as raízes em novos tempos.

Começou a trabalhar no bairro do Brás, vendendo calçados, até que chegou à Ceagesp, a maior central de abastecimento de frutas, legumes, verduras, grãos e flores da América Latina. De início, comercializava roupas de todo tipo. Com o tempo, foi se especializando: fazia com perfeição aventais, camisetas e bonés customizados com o logotipo das empresas. Era um trabalho que demandava muita dedicação, mas sempre executado com alegria, e assim ele prosperou. Guardou dinheiro e realizou o primeiro grande sonho da vida, comprando em 1986 a casa própria na qual viveu com sua esposa Maria Carmelita e os quatro filhos que tiveram: Flavio, Erik, Darlan e Bruno. Nascido de um relacionamento anterior, o filho mais velho, Marcelo, morava em outro bairro, no Parque São Lucas, e ia visitar o pai no Jardim Panorama de vez em quando. Estes cinco filhos lhe deram dez netos.

Nunca deixou faltar nada em casa. Era tranquilo, fazia amizade com facilidade, sempre bem-recebido por onde passava. Foi conselheiro do Clube Juventus, e lá gostava de fazer ginástica e sauna.

Adquiriu uma casa na praia, em São Vicente, local onde curtia com a família as férias. As caminhadas com os filhos, cumprindo o trajeto de três quilômetros, da praia do Gonzaguinha até a praia de Itararé, era o passeio de um tempo que deixou as melhores memórias de sol, de sal e de mar. Deixou também o exemplo de um pai que cumpria a palavra dada. Um homem íntegro e muito trabalhador, que venceu na vida, deixando uma linda família envolta em amor.

José nasceu em Jacobina (BA) e faleceu em São Paulo (SP), aos 62 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pelo filho de José, Flavio Ribeiro dos Santos. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Bettina Turner, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 19 de dezembro de 2020.