Sobre o Inumeráveis

José Valdir da Silva

1949 - 2020

Viveu, amou e demonstrou com suas ações.

José percorreu a estrada da vida espalhando amor com suas ações.

Caminhoneiro aposentado, tinha saudades de suas viagens e adorava contar suas aventuras para os amigos e os netos nas horas vagas.

Viajou por quase todo o Brasil e viu o cotidiano de outras cidades, onde fazia suas paradas.

Ficava triste com o número de crianças mendigando na beira das estradas, onde outra coisa o entristecia também: a morte de pedestres. Ele sempre contava sobre as paradas que fazia pelo caminho para descansar, lembrando da esposa e dos filhos que tinha deixado em casa. Tinha uma paixão louca por sua família.

Foi casado com Rosa por 45 anos, com quem teve 10 filhos (Rosenir, Jean, Francisco José, Ana, Geane, Bruno, Diego, Pedro, Valdenir e Naiana) e onze netos.

"Sempre carinhoso, quando eu chegava na casa dele, me perguntava de quem eu gostava mais, se era dele ou da mãe, e eu sempre respondia: 'dos dois' (...) Eu adorava ouvi-lo cantar as músicas saudosas do Luiz Gonzaga", relembra sua filha mais velha, Rosenir.

Sempre falava para sermos pessoas responsáveis e honestas, nos ensinando a cada dia, em cada uma de suas ações.

José, o caminhoneiro aposentado, que percorreu a estrada da vida espalhando amor, fez agora sua última viagem e foi ao encontro de Gonzagão.

Quantas saudades vamos sentir...

José nasceu em Massapê (CE) e faleceu em Massapê (CE), aos 71 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela filha de José, Rosenir. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Cassio de Campos, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 28 de junho de 2020.