Sobre o Inumeráveis

Juliana Pereira Pinheiro

1981 - 2021

Tomar chimarrão com sua mãe também era uma de suas coisas preferidas.

Com sorriso largo e um senso de humor inigualável, Ju amou sua família e seus cachorros mais que tudo, seus cães se chamavam Scooby e Snoopie.

Sua primeira viagem de avião foi com sua amiga para São Paulo, para assistirem ao show da Boyband preferida dela, os Backstreet Boys; depois passaram um final de semana incrível em Santos. Em 2021 os planos eram fazer um Cruzeiro para comemorar a chegada dos 40 anos de idade. "Ela era muito engraçada, juntas fazíamos piadas de como estaríamos com Alzheimer quando fossêmos velhinhas", relembra Adriana, que também conta que quando saíam juntas para almoçar ficavam lá até cansar, porque o papo nunca acabava.

Juliana não tinha especialização acadêmica, mas entregava com excelência tudo que fazia. "Nos conhecemos quando tínhamos 15 anos, na sala de aula, e de cara nos tornamos amigas, pois éramos as únicas alunas novas em uma turma inteirinha de repetentes. Nessa era do Whatsapp, nós nos falávamos quase todos os dias", conta Adriana.

Ju era apaixonada pela afilhada e sobrinha, Scarlet, sendo sempre foi muito presente na vida dela.

Também era muito eclética, ouvia de tudo um pouco, amava funk, comia sem frescura. Adriana brinca que era por isso que Juliana vivia fazendo dietas.

Seu senso de humor faz com que muitos dos seus familiares e amigos atravessem dias difíceis, mas é nele que se apegam e conseguem ir em frente.

Juliana nasceu em Porto Alegre (RS) e faleceu em Canoas (RS), aos 40 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela amiga de Juliana, Adriana Macedo da Rocha. Este tributo foi apurado por Luma Garcia, editado por Luma Garcia, revisado por Bettina Florenzano e moderado por Rayane Urani em 11 de janeiro de 2022.