Sobre o Inumeráveis

Julio Antunes Fado

1961 - 2020

“Nós aprendemos bem o ditado que diz: quem ama, cuida” dizia Julio.

Julio foi um carioca tradicional, o apaixonado por futebol. Levava em seu peito o amor pelo time Fluminense. Uma outra paixão era o mar. Julio admirava por horas a imensidão azul. Mas sem esquecer do amor por sua família, sempre muito generoso e querido por todos, incluindo também os amigos. Foi uma pessoa que sempre estava disposta a ajudar o próximo, todos sabiam que podiam contar com ele.

Muito trabalhador, já foi: orçamentista, produtor gráfico e diagramador. Disso não podiam reclamar, ele se desdobrava de trabalhar para ajudar à família. Sempre muito responsável com seus compromissos. Aproveitava as horas livres para assistir um bom filme, de preferência um de super herói e ouvir música, sua favorita era "Happy" do Pharrell Williams e The Beatles. Ele relaxava tanto que esquecia do tempo. Por falar em tempo, Julio sofria com isso e sua família pegava em seu pé. Ele era ansioso com tudo, seu único defeito.

Foi casado duas vezes; na primeira união, foi pai de Gabriela. Seu grande amor foi Claudia, a segunda esposa. Uma família unida e sempre apoiadora em tudo. Adoravam viajar. O sonho era conhecer o mundo e viver momentos marcantes como aquele em que assistiram, juntos, à missa Natalina na Praça São Pedro (Vaticano).

“O melhor marido do mundo. É, e sempre será o amor da minha vida. Obrigado por ter me feito tão feliz por tantos anos e por cuidar tão bem de mim. Como te amo, meu amor!” declara emocionada a esposa Claudia.

Citação favorita de Julio: “Aproveite a vida e viva com alegria, pois a alegria se acostuma com você. (Mário Lago)”.

Julio nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e faleceu no Rio de Janeiro (RJ), aos 59 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido esposa de Julio, Claudia Fado. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Priscilla Romana Fernandes, revisado por Juliana Holzhausen e moderado por Rayane Urani em 1 de agosto de 2020.