Sobre o Inumeráveis

Kleber Marques Paiva

1952 - 2020

Brincalhão e contador de piadas, gostava de baralho, dominó e matemática. Mas sua paixão mesmo, era Alciléa!

Kleber era gracioso, educado e sempre cortês com todos ao seu redor. Seu lema de vida era ajudar o próximo. Gostava muito de ajudar as pessoas. Até mesmo aquelas que não conhecia. Era trabalhador e honesto.

Amava demais sua família e era completamente apaixonado por sua esposa, Alciléa, com quem foi casado por 35 anos.

Excelente contador de piadas e expert em fazer brincadeiras a todo momento. Gostava de baralho, dominó e até de matemática. Para ele, todos os problemas tinham uma solução.

Costumava repetir um bordão: "Nada na vida é por acaso!"

Estava sempre tão feliz. Não se via Kleber triste, por nenhum motivo, a não ser que sua esposa estivesse doente. Aí sim demonstrava tristeza.

Quando foi diagnosticada a sua enfermidade, os médicos recomendaram aos familiares que ele fosse imediatamente conduzido ao hospital.

Mas ele tinha um desejo antes de ir para a internação. Pediu à filha que o levasse para almoçar com a adorada esposa e foi atendido.

Após o almoço, entregou sua aliança à amada e pediu que ela a usasse, pois não sabia quando iria retornar. Cuidadoso e amoroso como sempre, fez questão de lembrar à Alciléa que ela deveria lavar a aliança, antes de usá-la.

Kleber nasceu em Manaus (AM) e faleceu em Manaus (AM), aos 67 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de Kleber, Ingrid Berenice de Almeida Paladino. Este tributo foi apurado por Carla Cruz, editado por Marilza Ribeiro, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 4 de julho de 2020.