Sobre o Inumeráveis

Laurentino José de Oliveira

1941 - 2020

Com fogos de artifício do mundo todo, ele comemorava o aniversário e celebrava a vida.

Foi do Nordeste que veio o Laurentino, ainda muito jovem, se aventurar em São Paulo e conhecer a Isaura. A década era de 1950 e por mais 52 anos constituíram uma grande família: tiveram quatro filhos, André, Andréia, Marlene e Márcia, cinco netos e duas bisnetas.

Lau não tinha parada: foi metalúrgico, vigia, operário e tornou-se dono do próprio comércio na década de 1970. Com muita luta construiu desde sua casa até o futuro dos seus filhos.

Sua comemoração preferida era o ano-novo, pois fazia aniversário em 31 de dezembro e reunia toda a família para celebrar com os fogos de artifício, que, segundo ele, eram em sua homenagem.

Amava a família, mas sabia ficar só: na frente da TV, calado, pensava.

Lau tinha uma personalidade incrível: era severo e exigente, queria que tudo fosse do jeito certo e ao mesmo tempo era uma "manteiga derretida", acolhendo os familiares que também passaram por São Paulo.

Por suas atitudes honestas, firmes, empáticas e caridosas, tornou-se muito querido por todos.

Laurentino nasceu em Livramento de Nossa Senhora (BA) e faleceu em Diadema (SP), aos 78 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pelo filho de Laurentino, André Luis de Oliveira. Este tributo foi apurado por Thyago Soares, editado por Renata Federici, revisado por Paola Mariz e moderado por Rayane Urani em 28 de julho de 2020.