Sobre o Inumeráveis

Luiz Agrizi

1977 - 2020

Foi um amigo presente e divertido, do tipo que arrancava gargalhadas cantando músicas da Disney no Whatsapp.

“Estou tentando lembrar de um momento com ele que não tenha sido recheado de diversão e gargalhada. Não consigo”, conta Monica, amiga de Luiz.

Ele era uma presença gentil, do tipo que torna até os momentos mais difíceis um pouco menos complicados. Monica se lembra, por exemplo, de quando eles perderam uma grande amiga: "Ele fez tudo parecer mais leve, suportável".

Amigo presente e divertido, Luiz também era assim digitalmente. “Vira e mexe, eu acordava e já encontrava uma foto dele no WhatsApp", diz a amiga, e prossegue: "Ou então, mais um áudio pra minha coleção pessoal dele cantando músicas da Disney. Geralmente do Aladdin ou de alguma boyband (O-Town pra zoar BSB quando a mensagem era 'séria').”

Monica traz também o relato de um sonho especialmente tocante. Luiz sonhou com a filha da amiga e a presenteou com um áudio descrevendo-o. No sonho, ele empurrava a menina no balanço e ela soltava o riso... A cada empurrão, ele conta ia ficando mais velho e cansado, mas não conseguia parar porque ela estava feliz.

"Ele merecia mais. Mais tempo, mais abraços, mais reencontros", conclui Monica, saudosa do riso e do amigo.

Luiz nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e faleceu em Fortaleza (CE), aos 40 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela amiga de Luiz, Monica Moraes. Este tributo foi apurado por Jonathan Querubina, editado por Thais Oliveira, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 9 de agosto de 2020.