Sobre o Inumeráveis

Luiz Carlos Campos Rocha

1952 - 2020

Foi um pai amoroso e presente. Viajou para outro estado só para acompanhar a filha em seu novo emprego.

Luiz Carlos, conhecido como Luiz Careca, operador de máquinas pesadas aposentado. Ajudou a construir muitas usinas hidrelétricas pelo Brasil. “Meu pai, e que pai!”, diz a filha Ana Carla.

Começou a trabalhar na roça ainda menino, aos 10 anos. Foi assim que ajudou seus pais a criarem os irmãos mais novos e que aprendeu a ser “um paizão”.

Fez o que pôde e o que não pôde para que Ana Carla se tornasse uma fisioterapeuta que, coincidentemente, trabalharia como intensivista em uma UTI Covid, a mesma doença que o levaria da sua vida.

Luiz Careca não gostava de dar preocupação nem trabalho a ninguém, muito menos à filha, que trabalhava em outra cidade. Sentiu os primeiros sintomas da doença mas nada contou, e continuou a cuidar da sua plantação no quintal de casa. Mais tarde ao ser internado, fez um áudio para ela dizendo: “Eu sou forte, minha filha, estou forte”.

Não havia dúvida de que era mesmo muito forte. Aos 68 anos, fazia 15 km de bike, corria na pracinha e jogava futebol de campo. “Um orgulho e inspiração para mim”, Ana Carla conta. Também era um homem de "coração enorme", do tipo que adorava crianças e toda criança adorava ele. "Fazia amigos por toda parte, ajudava todo mundo."

Sempre teve um amor e um carinho especial pela filha, e o demonstrou, por exemplo, quando ela foi chamada para assumir um trabalho, que conseguiu por concurso, em Manaus. Ele a acompanhou do Pará, onde moravam, até o Amazonas, onde ela tomou posse no Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto.

“Ele se arrumou bem cedinho, junto comigo, e não me deixou ir sozinha para o meu primeiro dia no emprego novo, cidade nova, estado novo... Ficou lá fora, na frente do hospital me esperando até meu plantão acabar. E assim ele fez durante vários dias que esteve comigo aqui. Era um grande homem!”, diz Ana Clara, que agora irá acompanhada da lembrança dele, sempre presente, aonde for.

Luiz nasceu em Tutóia (MA) e faleceu em Tucuruí (PA), aos 68 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de Luiz, Ana Carla Bezerra Rocha. Este tributo foi apurado por Lila Gmeiner, editado por Míriam Ramalho, revisado por Luana Bernardes Maciel e moderado por Rayane Urani em 28 de julho de 2020.