Sobre o Inumeráveis

Luiz Osmani Pimentel de Macedo

1952 - 2020

Talvez se doar tenha sido o que ele mais fez durante sua passagem pela terra.

Se perguntar qual sentimento o nome "Osmani" desperta nos moradores do Lago da Pedra, diversas respostas surgirão: cuidado, carinho, doação. No entanto, todas elas compartilham o mesmo significado: amor.

E foi com todo esse amor que Osmani zelou por esta pequena cidade, no interior do Maranhão, durante toda a sua vida. Comerciante ambicioso, Osmani logo enveredou pelo caminho que realmente tinha sua cara: a política. Ainda na década de 1990, venceu sua primeira eleição e tornou-se prefeito do Lago da Pedra, sua cidade do coração.

Alguns anos depois, foi eleito deputado estadual. Porém, mesmo gostando da possibilidade de criar leis e participar mais da política estatal, Osmani sentia falta do seu verdadeiro lar: a prefeitura do Lago da Pedra.

No ano de 2005, em uma eleição desacreditada por todos, exceto por ele próprio, Osmani conseguiu retornar à casa nº 328, na Avenida Principal, local de onde jamais deveria ter saído. Ali, Osmani solidificou a história, o legado e o amor dele pelas pessoas. "Nenhum outro gestor foi tão humano como ele", diz a neta Teresa.

"Cresci sabendo que a profissão do meu avô era político. Adorava reclamar de algo e ouvir que, se escolhesse o caminho da política, ia dar trabalho. Tal qual meu avô. Anos depois, não segui esse caminho (ainda). Escolhi ser advogada. Para defendê-lo. Para mostrar a versão dele dos fatos. Para tentar, minimamente, fazer justiça. Uma palavra tão forte, e que ele buscava concretizar o significado dela em tudo que fazia. Se eu perguntasse o que ele tinha, a resposta era sempre a mesma: nada; tudo é do povo. Inclusive ele", conta Teresa.

Embora Osmani tenha partido fisicamente, seu legado permanece vivo. Ele segue presente, pedindo para que Lago da Pedra resista, cresça e não aceite um gestor que não se doe como o povo merece.

"Que toda doação seja reconhecida e recompensada. Lago da Pedra vive em Osmani!", despede-se Teresa do avô.

Luiz nasceu em Lago da Pedra (MA) e faleceu em São Luís (MA), aos 68 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela neta de Luiz, Teresa Helena Barros Sales. Este tributo foi apurado por Viviane França, editado por Letícia Fortes, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 26 de junho de 2020.