Sobre o Inumeráveis

Luzia Ribeiro Paulino

1966 - 2020

"No final da vida, sei onde estarei: ao lado de Deus", dizia ela.

Mulher amazonense, mãe, avó, religiosa, dedicou a vida ao que achava correto. Foi apaixonada pelo mesmo homem por 33 anos, o amou e foi fiel até o último dia de sua vida.

No último ano, decidiu realizar um belo sonho de criança e aprender a tocar teclado. Pretendia se apresentar no culto de final de ano, na igreja que frequentava. Esse dia nunca chegou.

Sua presença e gargalhadas eram fortes, preenchiam todo ambiente. O amor dado a 6 filhos transbordava, e, aos 44 anos, o sentimento se espalhou até Ana, uma linda menina. Luzia decidiu criá-la e ser sua mãe do coração.

Parceira de compras, as queimas de estoque nunca mais serão as mesmas sem ela. Partiu e deixou um grande vazio dentro de sua casa e nos nossos corações de todos que a amavam. Vez ou outra, seus familiares escutam sua voz e risadas.

Restam as lembranças e a saudade de uma mulher com um legado incrível.

Luzia nasceu em Tefé (AM) e faleceu em Manaus (AM), aos 53 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Vitória Freire, a partir do testemunho enviado por filha Maíra Gabrieli Paulino de Castro, em 12 de maio de 2020.