Sobre o Inumeráveis

Manoel Lúcio da Cunha

1962 - 2020

Uma risada estrondosa e um coração imenso! Esse era o seu Lúcio!

Seu Lúcio nunca teve vergonha de demonstrar emoções. Dizia "eu te amo" com a mesma verdade com que chorava ao assistir The Voice Kids.

Acolhedor, tratava os amigos e amigas do filho como se fossem seus próprios filhos. Amava seu cachorro, que parecia entender plenamente a devoção do seu pai humano.

Esposo apaixonado, sempre demonstrava carinho pela companheira de mais de três décadas. Foi pai, por quase trinta anos e avô por apenas quatro meses, mas exerceu ambos os papéis de forma intensamente amorosa e exemplar.

Amou, viveu, serviu a Deus e ao seu próximo de maneira intensa e plena. Era um homem de fé, bastante dedicado a sua igreja local.

"Posso dizer que seu Lúcio viveu de forma plena e deixou seu legado. Tenho orgulho de ser mãe do seu neto e de levar, em meu sobrenome, o dele", afirma sua nora Gabriela.

Manoel nasceu em Angicos (RN) e faleceu em Natal (RN), aos 58 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela nora de Manoel, Gabriela S. de Sousa Cunha. Este tributo foi apurado por Malu Marinho, editado por Marilza Ribeiro, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 29 de julho de 2020.