Sobre o Inumeráveis

Manoel Terceiro

1972 - 2020

Cada momento conta, e seu filho contou todos eles.

Simplesmente a melhor figura de carinho e respeito.

Fonte de admiração, um homem que amou a família e a tratou com prioridade.

Foram muitas batalhas diárias e, quem esteve próximo, pôde ver o que ele conquistou e sentir orgulho.

Sua família é a maior prova de seu legado e bondade. Ele se foi, mas não incompleto, pois conseguiu se despedir de todos, mesmo não sabendo o que podia ter acontecido. Apenas cinco dias foram necessários para essa doença levá-lo.

Seu filho, ainda se lembra de suas últimas palavras, de seu último abraço e da promessa de que ele seria o melhor médico que seu pai já viu. Onde quer que Manoel esteja, verá seu filho se formar no ensino médio, entrar para a Medicina e sair de lá com o diploma nas mãos.

Seu orgulho e amor prevalecem em toda sua família e sempre estará junto, aonde quer que eles forem. "Nunca na minha vida me arrependi de ter, todas as noites, abraçado meu pai e dito o quanto o amava. Lembrem-se disso, cada momento conta, e eu contei todos eles... e continuo contando", diz Alexandre.

Manoel nasceu em Manaus (AM) e faleceu no Amazonas, aos 48 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Rayane Urani, a partir do testemunho enviado por pai Alexandre Luís, em 1 de maio de 2020.