Sobre o Inumeráveis

Maria do Sagrado das Mercês Lima

1954 - 2020

Ando devagar porque já tive pressa. E levo esse sorriso porque já chorei demais.

Maria do Sagrado: um exemplo de mulher e mãe.

Generosa, íntegra, honesta, apaixonada pela família e que gostava de ajudar todo mundo. Nasceu em Belém do Pará, era costureira e mãe do Alan, do Alex e da Alessandra. Teve um primeiro e único namorado: o Alexandre.

A nora Charllyane lembra que, no último réveillon, Maria preparou comida para esperá-la junto com o filho e os netos. A todo momento ela "empurrava comida para eles (risos)." Ela estava muito feliz porque o neto caçula, Alan Gabriel, havia acabado de nascer e estava junto dele. O momento mais marcante foi quando ela "pegou nas minhas mãos, acariciou e pediu para que eu cuidasse do Neguinho dela (o Alan) e me deu um anel de presente, que ela tinha há bastante tempo, para que eu guardasse como lembrança dela... como se ela soubesse ou sentisse que muito em breve partiria."

Para os amigos, era uma pessoa muito querida! Por onde passava era reconhecida. Quando saía para ir à feira, ia de manhã cedo e demorava uma eternidade, pois, onde passava, os amigos a fazia parar para conversar.

Dizia que a música que contava a história da vida dela era: "Ando devagar porque já tive pressa. E levo esse sorriso porque já chorei demais..."

Adorava viajar, passear, amava quadrilha junina, carnaval e estava sempre muito alegre.

Tinha uma força dentro dela que sempre a fazia ser otimista. Era uma mulher guerreira, mesmo nos momentos difíceis, não perdia o sorriso do rosto e estava sempre confiante.

As últimas palavras dela foram: "cuidado, não fiquem saindo de casa, por causa desse vírus. Se Deus quiser, logo tudo isso vai passar e a gente vai se ver de novo. Por enquanto, não precisa pressa."

Maria nasceu em Belém (PA) e faleceu em Belém (PA), aos 66 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela nora de Maria, Charllyanne. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Karollina Caria Mendes Costa, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 11 de julho de 2020.