Sobre o Inumeráveis

Maria do Socorro Menezes

1943 - 2020

Forte, corajosa e de muita fé, fazia delícias na cozinha, como a tapioca que todos queriam experimentar.

Era uma pessoa alegre, que adorava dar gargalhadas, principalmente quando brincava com os netos. Amava a família e se dedicava aos netos, ajudando até mesmo a criá-los.

Quando alguém adoecia, era ela que estava à frente para cuidar e permanecer ao lado até melhorar. Cozinhava muito bem. Na sua casa, sempre tinha uma comidinha caseira ou um lanche legal, que todo mundo amava. Fazia delícias na cozinha e, ao redor da mesa, todos esperavam para experimentar a sua tapioca com café quentinho ou seu doce preferido, feito de mamão verde.

Essa guerreira nasceu no mês do carnaval e casou-se durante uma Copa do Mundo em que o Brasil foi campeão. Aos quatro filhos ensinou a fé, fé vivida e compartilhada em toda a sua vida.

Forte, corajosa e destemida, enfrentou a pandemia sem medo, com muitos planos e muita vontade de viver. No dia 12 de setembro de 2020, essa rainha partiu deixando nos corações tristes de que a conheceu a saudade e um vazio, e também muito amor, presente especialmente no rosto dos nove netos e três bisnetos, dois deles que ela nem teve tempo de conhecer mais de perto.

Maria nasceu em Picos (PI) e faleceu no Piauí, aos 77 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela filha de Maria, Evanilde de Menezes. Este texto foi apurado e escrito por Evanilde de Menezes, revisado por Paola Mariz e moderado por Rayane Urani em 8 de outubro de 2020.