Sobre o Inumeráveis

Maria Emilia Vieira da Silva

1929 - 2020

Serva do Senhor que O adorava com todas as fibras do coração. Sua fé e família eram o mais importante da vida.

Cozinhar é também um ato de afeto e essa era uma das formas que Maria Emilia demonstrava seu amor de avó. “Costumava fazer bolo quando eu ia à casa dela. Aliás, cozinhar bem era uma das principais qualidades que tinha”, lembra carinhosamente o neto Rodolfo. Aos domingos, sempre reunia a família para almoçar uma comida deliciosa e contar boas histórias.

“Eu também me lembro muito bem de como ela sorria e mantinha a expressão bondosa e sorridente quando se dirigia a mim”, assim Rodolfo se recorda da matriarca da família. Aquela que era dona de um mar de sensibilidade e que transbordava todo seu amor pelo seu esposo, pelos quatro filhos, sete netos e três bisnetos. Uma mulher simples e forte que com toda sua energia cuidou de todos os filhos e netos quando estes nasceram.

Sua religião era uma parte muito importante de quem era. Testemunha de Jeová, fazia trabalho de campo, sempre de maneira cordial, ia de porta em porta ensinar e espalhar a Palavra. Também não perdia uma reunião no Salão do Reino.

“Uma pessoa indefectível, amável, linda e parte fundamental de nossas vidas”, dessa maneira Rodolfo descreve a avó. Com amorosidade e bom humor característicos, Maria Emilia foi a essência para que a família seguisse o caminho da retidão.

Maria nasceu em Gravatá (PE) e faleceu no Rio de Janeiro (RJ), aos 90 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pelo neto de Maria, Rodolfo dos Santos. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Maria Mendes, revisado por Luana Bernardes Maciel e moderado por Rayane Urani em 23 de janeiro de 2021.