Sobre o Inumeráveis

Maria Laurinda de Paula

1946 - 2020

Devota fiel, acompanhava missas até pela TV.

Maria casou cedo, como era costume na época. Em meados da década de 60, deu início à construção de uma linda família. Foram cinco filhos homens e duas mulheres, criados com amor e dedicação. Ela e o marido, Joaquim Leal de Lima, também vítima da Covid-19, viveram a vida como agricultores. Eram pessoas humildes e de grande coração, que transmitiram esses mesmos valores aos filhos.

Muito devota, fazendo jus ao nome, gostava de assistir às missas transmitidas na televisão e tinha por desejo sempre ver os filhos bem e unidos. Casa cheia era sinônimo de alegria. Como era uma fiel assídua, tinha por costume e prazer ajudar nas festas da comunidade. “Uma pessoa humilde e de bem”, ressalta o filho Nelson Leal de Lima.

O cuidado com a casa, em mantê-la sempre limpa e organizada, acompanhou dona Maria ao longo de toda a sua vida. As fotos da família expostas na sala são reflexos do seu capricho. O gosto pela cozinha e uma boa comida eram traços fortes dela, lembrados pelo seu filho.

Para ler a homenagem ao marido de Maria, procure por Joaquim Leal de Lima, neste Memorial.

Maria nasceu em Laranjeiras do Sul (PR) e faleceu em Harmonia (RS), aos 74 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pelo filho de Maria, Nelson Leal de Lima. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Cristina Fengler Bieger, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 19 de setembro de 2020.