Sobre o Inumeráveis

Maria Suédes Lourenço Goulart

1943 - 2020

Um sorriso escancarado e um bom-dia cheio de animação!

Sussu, como era conhecida, era uma pessoa alegre, sinônimo de alegria, vida e alto astral. Superanimada, espalhava alegria por onde passava.

Trabalhou por 30 anos na enfermagem. Atuando nessa profissão, também formou a filha enfermeira. "Eu tinha o maior orgulho de dizer que segui os passos da minha mãe", afirma a filha Ana Paula.

Amava Porto Seguro. Adorava viajar, adorava dançar e cantar (tudo errado, segundo a filha Ana), mas mesmo assim cantava, em alto e bom som.

Esposa exemplar, mãe maravilhosa, avó sensacional. Após ser internada, aguardava ansiosamente o momento de voltar para casa, para matar a saudade do neto Lucas.

"Ela partiu, deixando um vazio imenso. Nunca mais veremos seu sorriso largo e escancarado. Não iremos mais receber o seu bom dia cheio de animação", diz a filha.

"Os almoços de domingo, seus preferidos, nunca mais serão os mesmos sem a sua presença! Sem o seu cardápio domingueiro, do qual você fazia tanta questão. Nunca mais vamos brigar pelo controle da TV ou pelo lugar no sofá! Que saudade você vai deixar", conclui Ana Paula, sua única filha.

Maria nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e faleceu no Rio de Janeiro (RJ), aos 76 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de Maria, Ana Paula Lourenço Goulart. Este tributo foi apurado por Viviane França, editado por Marilza Ribeiro, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 11 de julho de 2020.