Sobre o Inumeráveis

Mariana Gonçalves Amâncio

1954 - 2020

A moça do dente de pérola.

Dona Maricota era mulher de alegria. A mais alegre de todas. Mãe de quatro - Vanessa, Patrícia, Cristiane e Gabriele - viveu devota à família, em quem depositava todo seu zelo e capricho.

Para Mariana, tudo precisava estar limpo e organizado, como uma perfeita auxiliar de produção. Foi casada com Walner e depois com Milton, o amor da sua vida (que aceitou dividi-la com Roberto Carlos). Sim, Roberto Carlos e uma boa telenovela eram paixões que Mariana assumia.

Sem filtro do jeito que era, ela ia reclamar se o chá estivesse ruim e falar o que viesse à cabeça "entre risos e trapalhadas", lembra a filha Vanessa.

Era dona de incontáveis anedotas, como a vez em que perdeu o dente no meio da pista de dança de um casamento, fingiu que estava procurando um brinco no chão e foi flagrada por alguém que percebeu que estava com os dois brincos nas orelhas. Mas nada abalava Mariana, que carregava a sabedoria própria de arrancar sorrisos alheios.

"Ela foi a alegria em pessoa. Dedicou sua vida à família para a qual era o alicerce. Parou sua vida para cuidar da mãe acamada. Ela era simplesmente perfeita e deixa um lindo legado e exemplo." diz saudosa a sobrinha Ana Claudia.

Mariana nasceu São Paulo (SP) e faleceu São Paulo (SP), aos 65 anos, vítima do novo coronavírus.

Jornalista desta história Mariana Couto, em entrevista feita com filha Vanessa, em 23 de maio de 2020.