Sobre o Inumeráveis

Max Pereira dos Santos

1949 - 2020

Um dançarino de primeira categoria, nosso eterno "Max Jackson".

Max, também conhecido pelos amigos e familiares como "Max Jackson", sempre foi a alegria em pessoa, o dono de uma gargalhada contagiante, um contador de piadas inigualável e um dançarino de primeira categoria, habilidade que fez jus ao apelido recebido.

Apesar da vida difícil, com altos e baixos, nunca deixou nada abalar a sua alegria. Pai de três filhos: Márcio, Max Júnior e Nair; e avô de três netas: Rita, Giovanna e Giulia. Nunca deixou que nada faltasse aos seus, fazendo sempre o que estivesse ao seu alcance para que todos realizassem os seus sonhos.

"Sempre foi um pai amoroso e cuidadoso, um colo que nos acolhia, um abraço que acalmava e, mesmo à distância, sempre esteve presente nas ligações com seus filhos e netas", conta Márcio, um dos filhos de Max.

Apesar da dor da perda, a família seguirá adiante por Max, acreditando que, ao lado de Deus, em algum lugar maravilhoso, ele continuará a comemorar com a sua família tudo de bom que ainda está por vir.

"Em um lugar longe da maldade, das coisas e sentimentos ruins, meu pai seguirá celebrando nossas vitórias, que também são e sempre serão dele. Te amamos para sempre, Pai!", declara-se Márcio para seu amado pai.

Max nasceu em Belém (PA) e faleceu em Belém (PA), aos 70 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pelo filho de Max, Márcio Moura Santos. Este tributo foi apurado por Michelly Lelis, editado por Fernanda Queiroz Rivelli, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 12 de julho de 2020.