Sobre o Inumeráveis

Olenine Alves da Silva Junior

1964 - 2020

Um flamenguista que amava os gatos, era louco por carnaval e fazia o melhor churrasco.

Juca era dono de um sorriso marcante e, com seu coração gigante fez muitos amigos ao longo da vida. Irmão amado de Fernando e esposo dedicado a Edilza, não teve filhos biológicos, mas foi um verdadeiro pai para seus sobrinhos. Acabou, inclusive, ganhando uma netinha por conta dessa paternidade afetiva.

Era apaixonado pelo carnaval! Nunca perdia os desfiles dos blocos de rua na cidade de Natal. A esposa querida era sua parceira fiel nos quatro dias de folia, aos quais o casal comparecia sempre fantasiado no maior estilo.

Além dos sobrinhos, a quem dedicava todo seu amor e dedicação, tinha também muitos "filhos felinos". Era louco por gatos e tinha diversos em sua casa, os quais eram cuidados com todo carinho e muito chamego.

Açougueiro de profissão, abraçou seu ofício com prazer. Inclusive, sua casa era o ponto dos melhores churrascos. Juca adorava reunir os amigos e familiares em sua casa para assar uma boa carne e desfrutar da companhia das pessoas que ele amava e por quem era amado também.

Esse flamenguista de coração, amou a vida que teve e deixará saudades eternas no coração de todos que tiveram o prazer de fazer parte de sua passagem aqui na Terra. Os irmãos: Kátia, Cassia, Lúcia, Isabel, Fernando e Marcus Vinícius e a esposa Edilza sentem especialmente a sua falta.

Descanse em paz Juca!

Olenine nasceu em Natal (RN) e faleceu em Natal (RN), aos 55 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pelo irmão e pela esposa de Olenine, Fernando José Alves da Silva e Edilza Barbosa da Costa. Este tributo foi apurado por Ana Macarini, editado por Ana Macarini, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 31 de agosto de 2020.