Sobre o Inumeráveis

Omar Andres Palacios Orellana

1967 - 2020

Amante da natureza, dos animais e dos cinco filhos.

Omar nasceu em Santiago, no Chile — daí, o apelido de "Chileno". Mudou-se para o Brasil com a família, ainda criança, em 1977. Dominou o português e acabou esquecendo o espanhol.

Chileno foi cartógrafo. Desenhava os mapas dos antigos guias de ruas em São Paulo, no mundo analógico, que não existe mais. Mais recentemente, ele havia passado a ser motorista de aplicativo e a trabalhar numa pizzaria.

Sua grande paixão era a natureza. Omar gostava de levar os filhos: Camila, Bianca, Vívian, Pedro e Ana, além dos sobrinhos, aos zoológicos, parques e à praia. Ele brincava que seu nome o associava ao mar, por definição. Não podia ver um cachorro que queria abraçar, incluindo sua cachorrinha, Angelina.

Em 2012, Omar reencontrou seu amor de adolescência, a Geiza. Eles viveram juntos desde então. Chileno adorava passear de balão com ela. Omar era, permanentemente, bem-humorado, mas nunca foi tão feliz, quanto nos últimos anos.

Omar nasceu em Santiago (Chile) e faleceu em São Paulo (SP), aos 52 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela filha de Omar, Camila Palacios Orellana. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Flávia Tavares, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 26 de junho de 2020.