Sobre o Inumeráveis

Paulo Antonio de Moraes

1960 - 2020

Teve sua primeira festa surpresa aos 60 anos. Santista roxo. Adorava ganhar sapatênis.

Um pai incrível, um avô de um amor que não cabia no peito, um profissional admirado por muitos e muito criticado também, por não conseguir ficar calado quando algo de errado acontecia.

Chorão, nossa, mas como chorava.

Risada escandalosa, sem pudores para expressar sua opinião.

Fazia-se de durão, mas no fundo era mole, igual gelatina, rs.

Fazia uma farofa como ninguém. "Até fazendo piada seu pai tem voz de bravo", diziam sobre ele.

Ao mesmo tempo, quem o conhecia, sabia exatamente o que aquela voz estava querendo dizer.

Poucos entraram em sua vida, ele não foi de muitos amigos, sempre mais reservado. Foi o termômetro entre a benevolência sem igual de nossa mãe e a postura mais rígida, pra não deixar a casa com três filhos virar de cabeça para baixo.

"Pai, você fez um belíssimo trabalho."

Paulo nasceu em São Bernardo do Campo (SP) e faleceu em São Bernardo do Campo (SP), aos 60 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado filha de Paulo. Este tributo foi apurado por , editado por , revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 1 de maio de 2020.