Sobre o Inumeráveis

Paulo Susumu Kanashiro

1963 - 2021

Um 'ditchan' que ensinou aos netos que, nesta vida, não existe nada melhor do que lutar e colher os frutos.

"Na vida, nada é fácil, porém não existe nada melhor que lutar e colher os frutos". Esse foi um dos ensinamentos que o senhor Paulo deixou aos filhos e netos.

Casado por quarenta anos com Elena, o senhor Paulo foi pai de Kazuo, Yoshinori e Sayuri, e teve nove netos a quem amava muito. Entre eles, está Anderson, que tem seu "ditchan" como um exemplo de pessoa correta e batalhadora.

Tendo trabalhado no mercado da família desde pequeno, um dia decidiu abrir seu próprio comércio. Saía de casa sempre perfumado e pronto para se dedicar ao seu ofício. Assim, tornou-se dono de um dos mercados mais famosos da região.

Anderson conta que o avô "lutou pela vida e foi um nobre guerreiro, um samurai". Se, por um lado, houve batalhas, por outro, houve também diversão. Palmeirense roxo, senhor Paulo adorava acompanhar os jogos na TV e também no estádio. Em 2015, aprontou uma correria para conseguir levar o neto à final da Copa do Brasil e deu tudo certo. Tão certo que os dois puderam comemorar o primeiro título do Verdão no Allianz Parque juntos.

Além das lembranças, o neto carrega consigo muita gratidão. Ao avô, que partiu cedo demais, Anderson espera dar orgulho e, em nome da família, fez a promessa de cuidar da "batchan" Elena, a maior paixão do senhor Paulo nesta vida.

Paulo nasceu em São Paulo (SP) e faleceu em São Paulo (SP), aos 58 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pelo neto de Paulo, Anderson Akira Kanashiro. Este tributo foi apurado por Gabriel Yudi Gati Isii, editado por Larissa Reis, revisado por - e moderado por Rayane Urani em 26 de abril de 2021.