Sobre o Inumeráveis

Quiteria Melo Araújo

1962 - 2020

Deixou cheiros e sabores gravados em cada um da família.

Mãe guerreira e zelosa do Danilo e da Larissa, vovó amada da Duda e da Camily. Irmã sempre presente e afetuosa da Marisa, Vera e Chico. Tia Quiqui muito querida e prestativa para muitos sobrinhos(as) e sobrinhos-netos. Admirada por suas amigas. Vencedora! A melhor cozinheira da família.

Deixou cheiros e sabores gravados em cada um.

Sua risada será sempre lembrada. Sua vida e sua história sempre honradas.

Gratidão.

Descanse em paz com sua mamãe Maria e papai Zé.

”Mais uma vez o homem aprendeu que nossa salvação é Deus, peço de joelho para curar o mundo inteiro!”

Sua sobrinha, Luciana.

-

Uma pessoa que não tem como explicar.

Mãe guerreira e orgulhosa dos filhos Danilo e Larissa. Sempre preocupada com eles e com as netinhas Camily e Maria Eduarda. Ela unia a família, ajudava outras pessoas como podia. Muitas vezes tirou do dela para dar ao outro.

Não tinha vaidade, gostava de comer bem e não media esforços quando a família queria comer alguma coisa gostosa. Ela já corria pra fazer!

Deixou saudades e a memória da sua simplicidade, bondade, alegria e das risadas escandalosas, que todo mundo adorava!

As tardes de domingo, da família Melo Araújo, não serão mais as mesmas.

Sua irmã, Marisa.

Quiteria nasceu em São Paulo (SP) e faleceu em São Paulo (SP), aos 58 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Rayane Urani, a partir do testemunho enviado por sobrinha Luciana, em 2 de maio de 2020.