Sobre o Inumeráveis

Riza Tereza Bulhões Medici

1932 - 2020

Amante da boa conversa, Tetê era uma mulher de alma jovem e além de seu tempo.

Filha de um pai ferroviário e de mãe dona de casa, dona Riza Tereza, mais conhecida como Tetê, nasceu em 09 de fevereiro de 1932, na cidade paulista de Tambaú. No entanto, foi criada em Ribeirão Preto, pois seu pai era chefe da estação ferroviária da cidade. Inclusive, seu nome de batismo, Riza, foi dado por seu pai em homenagem a uma das estações ferroviárias nas quais já havia trabalhado anteriormente.

Aos 15 anos, Tetê conheceu seu futuro esposo, Alfredo Alexandre Médici, recém-chegado em Ribeirão Preto, com o objetivo de trabalhar como topógrafo na cidade. Assim que se casou, Riza foi morar no Espírito Santo, terra natal de seu esposo, interrompendo seus estudos e o grande sonho de se tornar professora.

Já com seus filhos crescidos, criados e adultos, Riza conseguiu terminar os estudos. Tornou-se, finalmente, professora Tetê, e mais tarde, pedagoga. Logo em seguida foi aprovada em um concurso público no estado de São Paulo e, enfim, realizou seu grande sonho de dar aulas em escolas públicas por trinta anos.

Aos 70 anos, dona Riza foi obrigada a aposentar-se compulsoriamente, e, desde então, passou a se dedicar exclusivamente à família. "Tetê, como ela era mais conhecida e como mais gostava de ser chamada por todos, teve uma trajetória de vida muito linda, amou sua família incondicionalmente e deixou um legado rico para seus netos e bisnetos", despede-se a neta Rafaela.

Riza nasceu em Tambaú (SP) e faleceu em Rio Branco (AC), aos 88 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela neta de Riza, Rafaela Mendes Medici. Este tributo foi apurado por Letícia Fortes, editado por Letícia Fortes, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 22 de junho de 2020.