Sobre o Inumeráveis

Ronilson Martins de Souza

1962 - 2020

Gerente responsável e trabalhador, acreditava que só a justiça e a honestidade podem trazer felicidade.

Gerente de supermercado, tinha muito orgulho e amor pela profissão que escolheu. Trabalhava desde os 13 anos em redes, sempre com o mesmo caráter honesto e justo. Era um profissional exigente e organizado, sempre pontual para as coisas do trabalho e preocupado em ver tudo dentro dos conformes. Adorava trabalhar, e sabia que apenas pela honestidade e trabalho duro se vence na vida de forma digna.

Teve um casamento feliz e saudável, e da união de mais de 25 anos nasceu o amor da vida de Ronilson. O filho único do gerente veio para inundar o coração do pai de um sentimento que ele já conhecia bem: o amor. Fez o melhor que pôde para dar ao filho saúde e educação, além de muito amor e afeto.

Segundo de oito irmãos, aprendeu muito jovem a importância da família. Desde cedo, entregava o salário nas mãos da mãe para ajudar nas despesas de casa, tirando apenas o dinheiro para comprar o cigarro do qual não abria mão. Ajudou a criar e educar o irmão caçula, sempre ensinando a ele os caminhos da honestidade. Tinha 15 sobrinhos, e todos respeitavam e admiravam o homem íntegro e batalhador que eles tiveram a sorte de chamar de tio.

Querido por muitos, fez várias amizades ao longo da vida. Adorava se reunir com os amigos e a família quando não estava trabalhando, e era fã de sertanejo raiz, como Chitãozinho e Xororó e Matogrosso e Mathias. Tinha um sorriso aberto e um coração generoso que cativava a todos com facilidade.

Ronilson deixa saudade em todos que tiveram a oportunidade de conhecer o gerente de supermercado mais honesto e adorável de Diadema (SP). Do lado de lá, ele segue cuidando e amando os seus, feliz de ver todos no caminho do trabalho e da bondade que ele mesmo ensinou.

Ronilson nasceu em Alvarenga (MG) e faleceu em São Bernardo do Campo (SP), aos 58 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela sobrinha de Ronilson, Emilia Felix Vieira da Silva. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista , revisado por Emerson Luiz Xavier e moderado por Rayane Urani em 23 de março de 2021.