Sobre o Inumeráveis

Rosana Cavazzana da Silva

1957 - 2021

Com as mãos habilidosas, criava bolsas de couro para vendê-las na feirinha de Embu das Artes.

Filha de mãe manicure e pai tapeceiro, Rosana, irmã de Ulisses, herdou dos pais seus incríveis dotes de artesã. Pintava camisetas, bordava panos de prato, confeccionava bijuterias e cachecóis. Dedicou-se aos trabalhos manuais desde muito cedo e também demonstrava dotes culinários. "Fazia os bolos mais deliciosos que já experimentei na minha vida", comenta a filha Patricia.

Rosana casou-se aos 19 anos. Tornou-se mãe aos 22 anos e, em função de complicações agudas no parto, decidiu não mais engravidar. Seu temor e trauma deveram-se ao fato de Rosana ter corrido risco de vida ao dar à luz a sua filha Patricia. Recuperou-se, mas resolveu não ter mais filhos.

Quando a filha completou 14 anos - mesma época em que a família realizava um trabalho social voluntário em um abrigo de crianças que não tinham família - Rosana conheceu Paloma. Encantou-se com a menininha, decidindo adotá-la. Paloma chegou à casa aos 3 anos de idade, e foi sempre amada e cuidada. Quando chegou à adolescência, Paloma foi diagnosticada com problemas psiquiátricos, o que intensificou ainda mais a luta de Rosana nos cuidados com a filha mais nova.

Rosana guardava alguns temores em seu dia-a-dia. "Vivia dizendo ter medo das coisas", revela Patricia. O maior receio dela era o de "vir a faltar". Procurava, entretanto, não pensar nisso. A ansiedade tinha outros lados, mais divertidos. "Em outubro já começava a organizar o Natal", comenta Patricia aos risos.

Foi avó aos 58 anos, e era encantada com a neta, que a amava muito. Rosana foi esposa, mãe e avó dedicada. A despeito de seu jeito preocupado, era uma mulher forte. "Foi o pilar das nossas vidas", diz Patricia.

Rosana nasceu em São Paulo (SP) e faleceu em São Paulo (SP), aos 63 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de Rosana, Patricia Cavazzana da Silva. Este tributo foi apurado por Andressa Vieira, editado por Ricardo Henrique Ferreira, revisado por Fernanda Ravagnani e moderado por Rayane Urani em 8 de setembro de 2021.