INUMERÁVEIS

Memorial dedicado à história
de cada uma das vítimas do
coronavírus no Brasil.

Catanduva (SP)

Antonio Mariano Franco, 74 anos

Via o lado bom de tudo e estava sempre disponível para dar seus bons conselhos.

Benedito Raymundo, 74 anos

Um homem de fé e de força que deixava tudo mais alegre com sua risada.

Dilma Maria Eleutério de Moraes, 81 anos

O sorvete de baunilha, aquele coberto com uma fina casquinha de chocolate, era seu preferido.

Iza Lucy Ferreira, 81 anos

Um gatinho a visitava nas tardes de quarentena. "Ele gosta das histórias que eu conto, por isso vem", dizia ela.

João de Souza Argolo, 66 anos

Ensinou aos filhos que um nome honrado é o bem mais valioso que se pode ter.

Mônica França dos Santos Machareth, 62 anos

Mudou até de cidade para poder paparicar o neto e mimar a filha, com deliciosos pés-de-moleque.

Pedro Gastaldi, 95 anos

Italianão divertido, jogava bola com os bisnetos e apreciava a macarronada do domingo.

Ronaldo Gobeti, 43 anos

Um romântico incorrigível que enviava poesias pela manhã, bem cedo, e fazia chamadas de vídeo hilariantes.

não há quem goste de ser número
gente merece existir em prosa