Sobre o Inumeráveis

Sebastiana Pedro da Silva

1935 - 2020

Sempre alegre, gostava de estar bem-vestida, maquiada, cabelos penteados e arrumada.

Esta é uma carta aberta de Luciano Silva para sua mãe, Sebastiana:

"Mensagem para Dona Sebastiana Pedro da Silva: minha mãe.

Dona Sebastiana, nossa querida mãe ou, carinhosamente, Tiana, Bastinha ou Bastiana, foi uma mulher lutadora, uma guerreira em seus 84 anos bem vividos!

Ela criou e encaminhou na vida seus quatro filhos - Andreia, José Luiz (Jorge), Heitor e Luciano - sendo ao mesmo tempo mãe e pai dos rebentos, não deixando lhes faltar nada. Além de sempre acolher, com carinho maternal, afilhados, sobrinhos, primos, netos, noras, genros e amigos. Era uma fortaleza!

De origem humilde e com pouca instrução (fez até o antigo 4° ano primário), formou seus filhos e os colocou no mercado de trabalho.

Sempre alegre, gostava de estar bem-vestida, maquiada, cabelos penteados e arrumada. Era a alegria da casa nos encontros familiares, um porto seguro, pelo sorriso fácil e contagiante, além de ser exímia dançarina.

Morou por muito tempo com Dona Graciete, sua irmã, amiga e confidente inseparável.

Descanse em paz, mamãe!

A senhora está no céu, junto ao Pai Celestial.

Aqui, ficarão as saudades e o legado deixado para familiares e amigos.

Saudades eternas!"

Sebastiana nasceu em Maceió (AL) e faleceu em Maceió (AL), aos 84 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pelo filho de Sebastiana, Luciano Antonio da Silva. Este tributo foi apurado por Malu Marinho, editado por Lúcia Bettencourt, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 11 de julho de 2020.