Sobre o Inumeráveis

Silvana Aparecida Rodrigues Pedrozo

1970 - 2020

Amiga alegre e parceira, gostava de festas e foi, sem dúvida, a melhor cozinheira da turma.

"Silvana foi minha mãe, meu pai, minha melhor amiga e companheira de vida. Sem ela, eu nada seria, só posso agradecer por ter sido sua filha", conta Vanessa, filha única da Sil.

Pessoa de bom coração, Silvana era muito vaidosa, em especial com seus vestidos e sandálias.

Trabalhava em farmácia, no atendimento ao público. Nas horas vagas gostava de estar com os netos, familiares e amigos. Era festeira e alegre. Gostava de cozinhar para as suas pessoas queridas. Fazia lasanhas, pastéis e "comidas de sustância", como ela mesma dizia.

Aliás, os netos foram sua grande paixão. Com Pedro e Lívia ela brincava, cozinhava e os levava para passeios e festas. Para esse amor incondicional, nenhuma palavra explica a relação de amor em que eles viviam.

Em 1990, casou-se com Milton, com quem teve a filha Vanessa.

"Minha mãe sempre foi uma mulher forte e batalhadora. Após a separação com meu pai, precisou se reinventar. Trabalhou muito, abriu mão de muitas coisas para ajudar outras pessoas. Em uma dessas, deixou um emprego estável pra cuidar de minha bisavó que estava doente. Mas a cada obstáculo, sempre retornava mais forte. Após tantos anos de trabalho e dedicação, construiu sua casa, do jeitinho dela, em cada detalhe. Estava no auge da felicidade, com casa própria, emprego estável e me ajudando a criar as crianças", conta Vanessa.

Com o passar do tempo, Sil conheceu Mauro Rossi e com ele conviveu por dez anos.

Silvana foi mãe, avó, irmã, cunhada, amiga, "médica" da família, conselheira e pilar na vida de todos. As homenagens que ela recebeu nas redes sociais após a sua partida, demonstram a grandeza da mulher que ela foi.

Sil deixa família a amigos com uma imensa saudade de sua generosidade e companhia.

Silvana nasceu em Ronda Alta (RS) e faleceu em Soledade (RS), aos 49 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela filha de Silvana, Vanessa Flores. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Rayane Urani, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 22 de outubro de 2020.