Sobre o Inumeráveis

Tai Takizawa

1938 - 2020

De poucas palavras, mas nem eram necessárias. Seu sorriso falava por ele.

Pai da Claudia e da Katia, esposo da Kiyoko e avô do Guilherme.

Engenheiro Naval da Poli e apaixonado pela carreira técnica, viveu em muitas cidades litorâneas em função da carreira, tendo trabalhado no Japão por alguns anos a serviço do nosso país.

Caçula de uma família de imigrantes japoneses de cinco filhos, viveu a maior parte da infância na capital paulista, onde serviu CPOR.

Calmo, jogava golfe, gostava de uma boa pescaria, de um papo de boteco e de estar junto da família e amigos.

Seu sorriso expressava a falta de intimidade com as palavras, o que aprisionava a sua sabedoria.

Esteve sempre disposto a ajudar sem pestanejar.

Tai nasceu em Araçatuba (SP) e faleceu em Santos (SP), aos 82 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Rayane Urani, a partir do testemunho enviado por engenheiro Erli Nishio, em 2 de maio de 2020.