Sobre o Inumeráveis

Valdelice de Moura Ferreira

1960 - 2020

Mulher generosa e de coração singelo, querida por tantos e mãe por vocação.

Valdelice era casada, mãe de duas filhas e avó de Melissa, Calebe e Rebeca.

A dona de casa, que nasceu e escreveu toda a sua história em solo potiguar, sobejava em qualidades nobres, como podemos abstrair das palavras, de Ariadne, sua filha mais velha, que terminou esse relato às lágrimas: "São inúmeros os adjetivos, não tenho como descrevê-la (...) mas, a bondade para com o próximo era uma das suas maiores virtudes. Só tinha o ensino fundamental, mas era rica em conhecimento. O sorriso era a sua marca, muitas vezes, com tanta dor, ainda conseguia rir".

Como mulher cristã, Valdelice deixou uma herança às filhas, evidenciada no momento em que tiveram que anunciar sua partida aos parentes e amigos confinados em suas casas.

Foi uma mensagem curta, daquelas acompanhadas de um emoji triste, porém, cheia de esperança: "Deus recolheu nossa mãe".

Valdelice nasceu em Macaíba (RN) e faleceu em Natal (RN), aos 59 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela filha de Valdelice, Ariadne de Moura Ferreira Silva. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Francisca Araújo de Carvalho, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 29 de julho de 2020.