Sobre o Inumeráveis

Valter Campos de Almeida

1955 - 2020

Um pai dedicado e presente. Foi sinônimo de amor, lealdade e gratidão.

Valter era um homem calmo: gostava muito de assistir jogos e ler jornais. Todo final de semana preparava bife, limonada e macarrão — seu prato predileto. Era oficial de justiça, mas sua verdadeira paixão era a família.

Ele sempre colocou a família em primeiro lugar, e não pensava duas vezes antes de estender a mão a quem precisasse: seus irmãos, seus pais... Sua paixão eram as duas filhas, a quem dedicava todo o carinho e atenção. Sempre muito preocupado com tudo o que elas precisavam, Valter é a grande inspiração da filha Ana Carolina, tanto profissionalmente quando humanamente. Ele acreditava na capacidade delas, e o que não faltava quando elas estavam na companhia dele eram momentos bons.

Sua primeira viagem de avião foi na companhia da família: juntos, foram aos Estados Unidos, onde passaram dias incríveis, brincando e se divertindo do jeito que ele mais gostava. Tinha o sonho de conhecer Lisboa, mas não conseguiu realizá-lo a tempo.

Valter partiu inesperadamente, deixando todos aqueles que o amavam com muitas saudades. Em vida, ensinou a seguir em frente, sendo ele próprio um exemplo de força, que continuou dando amor e carinho apesar dos momentos difíceis. Nos corações que ele tanto marcou, fica essa grande lição, além da gratidão e da certeza de terem compartilhado anos inesquecíveis ao lado de uma pessoa tão especial.

Valter nasceu em São Paulo (SP) e faleceu em São Paulo (SP), aos 64 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de Valter, Ana Carolina Lacerda de Almeida. Este tributo foi apurado por Malu Marinho e Hélida Matta , editado por Victoria Vital, revisado por Luana Bernardes Maciel e moderado por Phydia de Athayde em 5 de janeiro de 2021.