Sobre o Inumeráveis

Vany Azevedo Vasconcelos

1944 - 2020

Os amigos torciam para os finais de semana chegarem logo e lá se ia mais um fim de semana jogando buraco.

Vany era uma mulher guerreira, amiga, alegre, independente e descolada. Tinha muitas qualidades. Foi uma costureira talentosa, de mão cheia.

A amiga Liane a conheceu quando começou a namorar o futuro marido, e conta como foi quando eles chamaram Vany para ser madrinha da futura união.

"Aceitou com muito entusiasmo ser minha madrinha de casamento. Fazia bolos como ninguém. Lembro de um aniversário do meu marido... ela tinha uma consulta odontológica com ele. Na clínica, ela era a paciente 01 porque foi a primeira cadastrada e atendida assim que inauguramos a empresa, em 1995. Uma grande honra! Nesse dia (do aniversário) levou um bolo de surpresa, um mimo gracioso. Encheu o ambiente de alegria e logo preencheu todos os espaços com seu carinho.", lembra a amiga Liane.

Vany tinha um enorme talento no jogo de buraco, daquelas que joga com o olhar. As tardes de sábado e os domingos passavam num piscar de olhos.

Sem ela, os jogos de buraco nunca mais serão os mesmos. Ela deixou a saudade nos corações e um vazio na vida dos que o amavam.

Vany nasceu São Gonçalo (RJ) e faleceu Niterói (RJ), aos 76 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Julio Casimiro, a partir do testemunho enviado por amiga Liane Werner Sathler Zuniga, em 23 de maio de 2020.