Sobre o Inumeráveis

Vera Lourdes Santos da Silva

1950 - 2020

Mulher, mãe, suburbana e dona de si.

"Ah, Dona Vera... Hoje não tem Araketu, caipirinha, Julio Iglesias, nem suas garrafinhas d'água na geladeira.

Hoje não tem toalha para secar o suor, não tem buchicho na esquina, não tem bico da vizinha metida e nem passeio de bicicleta...

Hoje não tem o 'Olha aqui, minha neta!, hoje a calçada fica vazia e o rádio desligado.

Ninguém mais gritando 'Ôh, Vera!' no portão; hoje o papo vai ser lá de cima. Tem gente que vai coçar a cabeça de nervoso, outros esperaram ansiosos por novidades... hoje foi seu dia de chegar pra bagunçar outra vizinhança.

Obrigada por me proteger, ensinar a não ter medo de homem - porque 'é tudo frouxo' - e que o amor é a única força capaz de derrubar ou levantar alguém. Descanse! E que o povo lá encha as garrafas de água... senão a briga vai ser feia!", deseja a neta Giuline.

Vera nasceu em Pernambuco e faleceu em Mesquita (RJ), aos 69 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela neta de Vera, Giuline Bastos. Este tributo foi apurado por Irion Martins, editado por Irion Martins, revisado por Didi Ribeiro e moderado por Rayane Urani em 12 de junho de 2020.