Sobre o Inumeráveis

Diógenes dos Santos Lima

1989 - 2020

Alegre e brincalhão, era o mais animado dos amigos, tanto que foi apelidado de "Inimigo do fim".

O que ele mais gostava de fazer era se reunir com os amigos para tomar aquela cervejinha. “Disorde, Zé da Grade e Inimigo do Fim”, segundo a esposa, Charlene, eram alguns dos apelidos dados pelos parceiros de copo.

Ele era o mais animado da turma, que "a todo instante ele surpreendia com o seu bordão: Chaaamaaa!”.

A esposa conta que ele perdeu a mãe aos 15 anos e, assim como seu irmão Darlan, foi criado pelas tias Damiana e Cleia. Formou-se em contabilidade e também deu aulas em uma escola da sua cidade, a pernambucana Arcoverde.

“Por onde passou, deixou sua alegria", diz ela, e prossegue: "Foi o maior exemplo de esposo, melhor impossível. Um anjo que brilha e deixou saudades”.

Para ela, Diógenes "tinha uma enorme vontade de viver intensamente. Aproveitava todas as oportunidades para ser feliz e fazer feliz todas as pessoas ao seu redor”. E certamente a fez muito feliz.

Diógenes nasceu em Arcoverde (PE) e faleceu em Sousa (PB), aos 31 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela esposa de Diógenes, Charlene da Silva Rodrigues. Este tributo foi apurado por Irion Martins, editado por Isabela Andrade, revisado por Otacílio Nunes e moderado por Rayane Urani em 10 de setembro de 2020.