Sobre o Inumeráveis

Jesuíno Andrade de Brito

1931 - 2020

Duzinho, painho, vovô... Seus apelidos representavam todo o amor que recebia.

Amado e admirado por todos, Jesuíno era íntegro, honesto e simples. Nunca reclamava de nada, era pura alegria e garra. Era a representação de exemplo para todos que o conheciam.

Aos 11 anos, começou a trabalhar e assim continuou até seus últimos dias de vida. Construiu uma família linda e sua maior alegria era reuni-la em um farto almoço de domingo.

Enfim, já em outro plano, conseguiu se reencontrar com o amor de sua vida e sua querida filha. Deixa saudades imensuráveis e gratidão enorme no coração de cada um que o conheceu.

Jesuíno nasceu na Bahia e faleceu no Maranhão, aos 89 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela neta de Jesuíno, Lara Cunha Brito. Este tributo foi apurado por Michelly Lelis, editado por Mariana Coelho, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 22 de junho de 2020.